Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Queda de Ícaro

O horizonte teria sido,
Não o sol, o seu torpe algoz?
Teria Ícaro caído
Ao buscar tal quimera atroz?

Aquele que divisa o mundo
Atraíra o nosso amante:
Um terrível laço profundo
Que o abatera em um instante.

Qual Ícaro, confesso, estou,
Despencando em tua busca,
A margem que também me ofusca.

Tu, qual o horizonte, te afastas,
Bato asas pra te alcançar
Sem ter mesmo onde me apoiar.

Últimas postagens

Voz que se Insinua

Crueldade

Calor Acumulado

Nau à Deriva

Beijos Roubados

Teu Calor

Teus Lábios

Hora Certa

Torres

Sorrisos